Lula assina decreto para venda de terras da União na Amazônia

Títulos serão concedidos somente a brasileiros; proprietário rural não pode ter mais de 1,5 mil hectares

Agência Brasil,

29 de outubro de 2009 | 21h26

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou decreto que regulamenta a venda de terras da União na Amazônia, que faz parte do programa Terra Legal, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

De acordo com o decreto, os títulos de terra serão concedidos somente a brasileiros. O titular fica proibido de negociar as áreas de até quatro módulos fiscais por dez anos. Para as áreas com até 15 módulos fiscais, o prazo é de três anos.

O proprietário rural não pode ter mais de 1,5 mil hectares e nem estar inadimplente com programa de reforma agrária ou de regularização fundiária.

O decreto foi publicado nesta quinta-feira, 29, no Diário Oficial da União e já está em vigor.

Tudo o que sabemos sobre:
Amazôniaterras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.