Lula aproveita último dia de descanso no litoral da Bahia

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama Marisa Letícia aproveitaram ao máximo o sol no último dia de descanso no litoral da Bahia, neste domingo. Por quatro horas e meia, da manhã ao início da tarde, eles caminharam e mergulharam na praia de Inema, numa área privativa da Marinha, a cerca de 40 quilômetros do centro de Salvador.Lula e Marisa caminharam 200 metros na areia. Depois, o presidente jogou bola com uma criança, fez alongamento e entrou no mar pelo menos três vezes. O presidente ainda foi até o final da praia, num local de muitas pedras, onde pescou na quinta-feira.Toda a movimentação deles na praia foi acompanhada por cinegrafistas e fotógrafos, que ficaram posicionados num píer a dois quilômetros da costa. A primeira-dama, que no sábado usou maiô branco com uma grande estrela vermelha na parte da frente, neste domingo usou um maiô azul, sem detalhes. Prevenida, ela se protegeu do sol com um chapéu de palha. Já o presidente Lula exibiu uma pele bem queimada.Um dos últimos gestos do presidente registrados neste domingo pelas câmeras da imprensa, no descanso dele após a reeleição, foi levantar as mãos e olhar para o céu. Repetindo o que fez numa praia deserta de Luís Correia, no Piauí, em fevereiro deste ano, ele voltou-se para o mar e levantou os braços, como se estivesse fazendo uma oração de agradecimento, em estado de graça. Já na praia do litoral piauiense, Lula comemorou o fim da crise política e o retorno à primeira posição nas pesquisas.RecolhimentoDesde a chegada a Aratu na noite de quarta-feira, Lula e Marisa não se aproximaram do muro que divide a área militar da praia pública de São Thomé de Paripe. Em janeiro deste ano, quando descansou no local, o presidente também ficou recolhido na base, não mantendo contato com moradores e freqüentadores do vilarejo.Neste domingo de sol, a presença do casal na área da Marinha não mudou a rotina de banhistas e ambulantes. Já os passageiros que usaram o píer para entrar nas barcas que fazem o transporte até as ilhas da região demonstraram curiosidade com as câmeras dos veículos de comunicação. Muitos queriam ver pelas lentes dos fotógrafos a movimentação nas areias da base. Ao passarem pelos "paparazzi do Lula", como chamavam os cinegrafistas e fotógrafos, eles gritavam em tom de brincadeira para Lula aumentar o Bolsa-Família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.