Lula anuncia início de obra da Transnordestina no Ceará

Depois de anunciar oficialmente o início das obras no marco zero da ferrovia Transnordestina e percorrer sete quilômetros de trem, até a cidade de Missão Velha, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou à praça central onde cerca de 5 mil pessoas o esperavam.No trecho que percorreu de trem, Lula ouviu uma exposição sobre a importância da ferrovia, feita pela Companhia Ferroviária do Nordeste e, ao final, fez um breve discurso de improviso, afirmando que hoje é um dia de festa, porque essa não é uma obra de um Estado, mas de integração do Nordeste.Segundo ele, o que está se fazendo agora é recuperar as dezenas de anos em que a região ficou para trás. "É uma ferrovia que vai colocar o Nordeste em igualdade de condições com o Sul. Não vai poder mais dizer que não produz porque não tem infra-estrutura", disse o presidente, ao comentar os benefícios que a ferrovia vai trazer para o escoamento de produtos. "O projeto não é para amanhã, é para 15, 20 anos, para colocarmos o Nordeste em igualdade de condições com outras regiões do País. Nem melhor, nem pior. Apenas igual para que a região tenha chance de recuperar o tempo perdido", disse.Lula fez questão de agradecer às empresas e pessoas físicas que permitiram a retomada da obra, prevista desde 1990. Ele citou, inclusive, nominalmente, o ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e agradeceu também aos governadores do Ceará, Lúcio Alcântara (PSDB), e do Piauí, Wellington Dias (PT), que vão ser parceiros nessa obra "nos bons e nos maus momentos". "A partir de agora só vamos colher coisa boa aqui no Nordeste", disse. E finalizou parabenizando o ex-ministro Ciro Gomes; "O filho nasceu, está andando e vamos poder curti-lo juntos", afirmou numa referência à ferrovia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.