Lula alerta Minc para 'tormento' que irá viver

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva alertou hoje o futuro ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, dos percalços que ele terá de enfrentar no comando da pasta, em discurso na posse de Minc no ministério. "Eu sei do tormento que você, Marina, viveu. E sei do tormento que você, Minc, vai viver", disse hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, fazendo também referência a Marina Silva, que deixou o ministério. Durante o discurso, Lula lembrou das "infindáveis" discussões na época do licenciamento ambiental das usinas hidrelétricas do rio Madeira. Mas, segundo o presidente, as divergências que ele acompanhava pessoalmente não eram as mesmas publicadas nos jornais. "Queria muito saber quem é a tal da fonte", disse Lula, ironizando as declarações em off dadas por algumas autoridades.O presidente falou que conhece Marina e Minc há 30 anos e disse que nem ela é uma ambientalista radical e nem ele é um "carioca que quer destruir a Amazônia". Lula acrescentou que ao longo de cinco anos e meio de mandato foram cometidas muitas injustiças contra Marina. "Eu li poucas colunas falando bem da Marina (quando ela era ministra). Só via falando mal. E depois que ela anunciou que iria sair, algumas pessoas resolveram falar dela o que poderiam ter falado antes", disse o presidente. Na seqüência, ele afirmou que não se deixa abalar com as críticas. "Às vezes fico deprimido. Mas o meu analista é o dia seguinte", citou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.