Lula afirma que é irreal reivindicação da PF

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou, na capital cearense, a greve dos agentes da Polícia Federal, afirmando que a reivindicação de aumento salarial (de 30% a 85%) "é totalmente irreal". Ele fez esse comentário em discurso, no lançamento do programa "Cresce, Nordeste", que prevê a aplicação neste ano de R$ 3 bilhões para apoiar empreendedores que quiserem investir na região. O presidente disse ter "clareza das dificuldades e angústias dos governadores" e dos poucos recursos disponíveis para os Estados e municípios. Lula disse que encara "com tranqüilidade" as reivindicações dos governadores, porque "dinheiro nunca é demais". "Não conheço nenhum ser humano que se contente com o salário que tem. Se houvesse (esse ser humano), os agentes da Polícia Federal não estariam em greve nem reivindicando o que estão reivindicando, porque sabem que é totalmente irreal."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.