Lula admite: "o governo não sabe tudo"

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou o discurso que fez na abertura da I Conferência Brasileira sobre Arranjos Produtivos Locais (APLs), na noite de segunda-feira, para dar um puxão de orelhas indireto em membros de sua equipe de governo. "Se nós não nos apegarmos ao poder pelo poder, a chave do sucesso é infinitamente maior. Muitas vezes, a gente só fala bem da gente, mas é importante que a gente fale de coisas que as pessoas podem até criticar", disse. Lula confidenciou que, muitas vezes, mesmo decisões incorretas do governo são avaliadas como corretas por pessoas ligadas a Executivo. E admitiu que o governo tem consciência de que não sabe tudo. Ainda em seu pronunciamento, o presidente sugeriu que a sociedade cobre agilidade dos ministros, especialmente na liberação de créditos, e disse que, muitas vezes, nem ele sabe dos entraves burocráticos para que o dinheiro chegue a seus destinatários. "Se vocês não avisarem, eu tô pensando que as coisas estão acontecendo maravilhosamente", afirmou. Lula relatou que, muitas vezes, o governo anuncia uma linha de crédito, mas as pessoas que procuram financiamento não o encontram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.