Lula adianta viagem a Salvador para fugir da imprensa

Comenta-se que foi a primeira-dama quem pediu ao presidente para adiantar a viagem

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

03 de janeiro de 2009 | 19h06

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou neste sábado, 3, em Salvador, com um objetivo específico: fugir do assédio da imprensa e de curiosos - o que não estava conseguindo fazer em Fernando de Noronha, em Pernambuco, onde ficou durante a semana. Nos bastidores, comenta-se que foi a primeira-dama, Marisa Letícia, incomodada com as frequentes abordagens, quem pediu ao presidente para adiantar a viagem à capital baiana, inicialmente prevista para no domingo, 4.Lula desembarcou, com a mulher, dois filhos, as noras e dois netos, na Base Aérea de Salvador, de onde seguiu de helicóptero para a Praia de Inema, na Base Naval de Aratu, a 35 quilômetros do centro da capital baiana. Ali, foi montado um forte esquema de segurança para que o presidente e sua família não sejam incomodados. Por terra, o acesso é restrito a militares, inclusive na faixa de areia, onde fuzileiros navais estão posicionados ao redor do muro que protege a base naval, a cerca de um quilômetro do ponto que deve ser usado pelos visitantes na praia. Por mar, estão sendo usadas embarcações da Marinha para manter barcos não-oficiais longe da orla. É o terceiro ano consecutivo que Lula passa alguns dias de folga, com a família, na praia baiana. O retorno a Brasília está previsto para o domingo da semana que vem. "O presidente não esconde de ninguém o quanto gosta da Bahia", disse o governador do Estado, o também petista Jaques Wagner, que recepcionou Lula no aeroporto. "E é uma boa maneira de começar o ano novo, nas águas tranquilas da Baía de Todos os Santos."

Tudo o que sabemos sobre:
LulaviagemSalvadorBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.