Lula: absolvição de Palocci abrirá caminho para disputa em SP

Ex-ministro responderá pela acusação de envolvimento na violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo

Leonencio Nossa, de O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2009 | 16h13

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e assessores diretos avaliaram nesta quarta-feira que uma absolvição do deputado e ex-ministro Antonio Palocci, amanhã, no Supremo Tribunal Federal, abrirá caminho para ele poder disputar o governo de São Paulo pelo PT, no próximo ano. A candidatura, porém, dependerá ainda da viabilidade política e de pesquisas. O ex-ministro responderá pela acusação de envolvimento na violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa.

 

Lula, segundo relato de um dos seus auxiliares, descartou o retorno de Palocci para o governo, em substituição ao ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, que ocupará uma vaga de ministro no Tribunal de Contas da União. O presidente disse que vê com simpatia uma candidatura de Ciro Gomes para o governo paulista, mas que o próprio deputado do Ceará resiste à ideia. Assim, o nome de Palocci é visto como alternativa ideal.

 

Com relação a disputa presidencial Lula avalia que não será mais possível uma eleição "plebiscitária" de dois nomes fortes, como o da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff e de um nome do PSDB. A avaliação hoje no Planalto é que Ciro Gomes disputará também a presidência.

Tudo o que sabemos sobre:
PalocciSTFFrancenildo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.