Luiz Marinho defende aliança do PT com Kassab

Para prefeito petista de São Bernardo do Campo, partido precisa do PSD para se 'viabilizar'

Ricardo Brito, da Agência Estado

10 de fevereiro de 2012 | 14h02

BRASÍLIA - O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, defendeu hoje uma aliança do PT com o PSD, do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, na eleição para a capital paulista. "O PT e nenhum partido governa sozinho", afirmou Marinho, durante o intervalo de um dos eventos do Encontro de 32 anos do partido, comemorados hoje em Brasília.

 

Para o prefeito, o partido precisa construir alianças com Kassab, ex-aliado do PSDB, para se viabilizar eleitoralmente. Sem essa aliança, o partido pode não conseguir romper a barreira dos 30% do eleitorado em São Paulo. Marinho disse que o ideal seria uma ampla aliança que envolvesse PSD, PSB e PCdoB.

 

"O governo Kassab era influenciado pelas políticas do PSDB. Se há um rompimento (com os tucanos) e uma aproximação (com os petistas), nós temos que receber de maneira positiva", afirmou.

 

Marinho citou como exemplo de mudança política do PT o apoio a José Sarney, ex-presidente da República e atual presidente do Senado. "Fizemos oposição severa ao Sarney e agora ele está no governo. Temos que ter maturidade e ver o que é melhor para São Paulo", avaliou.

 

O prefeito, que deve ser candidato à reeleição, afirmou que Marta Suplicy, apesar das duras críticas à aliança com o PSD, acabará participando da campanha de Fernando Haddad para a prefeitura paulistana.

Tudo o que sabemos sobre:
Luiz MarinhoPTKassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.