Luiz Fux vota pela condenação dos 5 réus ligados ao PP

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou nesta quinta pela condenação de todos os cinco réus ligados ao PP por envolvimento no esquema do mensalão. Ao seguir o voto do ministro Joaquim Barbosa, Fux considerou que o ex-presidente do PP Pedro Corrêa, o ex-líder da bancada na Câmara dos Deputados Pedro Henry e o ex-assessor do partido João Cláudio Genú cometeram os crimes de formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

RICARDO BRITO, Agência Estado

27 de setembro de 2012 | 16h21

O magistrado também considerou culpados pelos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro os dois sócios da corretora Bônus Banval, Breno Fischberg e Enivaldo Quadrado.

Para Fux, não há dúvida de que houve o pagamento de "vultosas quantias à cúpula dessa agremiação partidária". O ministro considerou que os repasses tinham por objetivo garantir "apoio de natureza política". Ele ressaltou que os integrantes do partido tinham capacidade de influenciar suas bancadas, confirmando, ainda que indiretamente, a tese do Ministério Público de que o propósito dos repasses seria garantir apoio a projetos de interesse do governo Lula.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãojulgamentoLuiz FuxPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.