Luiz Estevão poderá aguardar julgamento de habeas corpus em liberdade

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu nesta quinta-feira liminar que permite ao empresário e ex-senador Luiz Estevão aguardar em liberdade o julgamento do pedido de habeas corpus em seu favor. Estevão foi preso na quarta por decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, condenado a três anos e seis meses de reclusão no regime semi-aberto.Segundo a Procuradoria da República, Estevão falsificou o balanço patrimonial do Grupo OK, de sua propriedade. Os ativos de nove empresas do ex-senador, no montante equivalente a US$ 39,5 milhões, foram bloqueados por ordem judicial, como garantia de eventual ressarcimento aos cofres públicos. Quando descobriu que Estevão juntou papéis forjados, a procuradoria o denunciou por uso de documento falso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.