Luciana Genro é provocada por humorista do 'CQC'

Luciana Genro é provocada por humorista do 'CQC'

Questionada sobre sua capacidade de gerar votos, Luciana respondeu que, além de conquistar votos, quer participar de um processo político

STEFÂNIA AKEL, Estadão Conteúdo

23 de setembro de 2014 | 18h38

Na saída da apresentação de seu programa de governo, a candidata do PSOL à Presidência, Luciana Genro, foi questionada pelo humorístico "CQC" sobre a capacidade de suas ideias gerarem votos. Luciana respondeu que, além de conquistar votos, quer participar de um processo político.

"Tem muita gente que apoia essas bandeiras e acha que o PSOL não tem condições de ganhar", afirmou. "Desse jeito não sai do 1%", provocou o repórter do "CQC". Ele chamou dois pastores que estavam pregando na praça e pediu para que a candidata explicasse para eles por que defende o aborto. Luciana respondeu que isso é uma defesa da vida da mulher, uma questão de saúde. Um dos pastores respondeu que só Deus tem o direito de tirar a vida de alguém. "Deus não aprova o aborto", disse outro.

"Eles têm as suas crenças, que têm que ser respeitadas. Mas muitos pensam diferente deles. Temos que defender as mulheres que morrem nas mãos de açougueiros", afirmou a candidata. O debate atraiu uma multidão à porta do hotel onde se encontrava Luciana, que foi bastante aplaudida pelos presentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.