Lotéricas devem voltar a receber contas

A Caixa Econômica Federal informou hoje que a Justiça Federal no Rio Grande do Sul cassou liminar que impedia as casas lotéricas de funcionarem como banco. Com o despacho, perdeu validade decisão anterior que suspendia os serviços de saques e depósitos em conta corrente e poupança, assim como os pagamentos dos benefícios do INSS nas lojas de loteria. "Nossa área jurídica agiu rápido e pudemos evitar que a decisão trouxesse desconforto para as pessoas que usam os serviços das lojas de loterias", disse o superintendente nacional de Loterias da Caixa, Marco Antônio Lopes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.