Lobista afirma possuir original da lista de Furnas

O lobista Nilton Monteiro afirma possuir o original da suposta lista do caixa dois de Furnas e que vai entregar o documento à Polícia Federal, segundo entrevista pubilicada nesta Sexta-feira no blog do jornalista Ricardo Noblat.Segundo a matéria, Monteiro disse que "ele (Dimas Toledo, ex-presidente da Furnas) não tem o controle dos documentos. Quando fui fazer o trabalho (cópia dos documentos), fiquei com o original e um recibo. Quando ele fez, fez quatro blocos. Eu fiquei com um. Um ficou com o Dimas que depois passou para o advogado. E os outros dois com o doutor Felipe (advogado de Dimas)".De acordo com Monteiro, que antes havia afirmado não possuir nem o original, nem a cópia da lista, o documento foi feito a pedido de Dimas Toledo e serviria para garantir a permanência de Toledo no cargo. O lobista afirmou que o documento original será entregue em breve à Polícia Federal. Segundo ele, o momento "está muito próximo". Quanto à autenticidade do conteúdo, Monteiro disse que "quem tem que provar é o Dimas".O lobista afirmou que chegou a ter 28 recibos, mas que guardou apenas os "oito melhores". Ele disse que, junto com a lista original, entregará também os recibos que possui. Esses recibos teriam sido assinado por assessores e alguns dos 156 políticos que teriam recebido um total de R$ 36,5 milhões para as eleições de 2002, doados por dezenas de empresas brasileiras e multinacionais.Monteiro afirmou que está recebendo ameaças e que foi procurado por políticos do PSDB e do PFL, "apenas para acordo", e que lhe foi oferecido dinheiro. Os detalhes, contudo, só serão revelados na CPI e desafia que a comissão o aceite. "Eu desafio essa CPI: eu quero olhar olho no olho", disse. Ele ameaçou que "muita coisa vai aparecer ainda". "Vai ser um escândalo", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.