Lobão Filho assume mandato de senador

Novo senador assume sob suspeita de envolvimento em irregularidades: é acusado de sonegação de impostos

Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo

30 Janeiro 2008 | 18h16

Edison Lobão Filho assumiu nesta quarta-feira, 30,  à tarde o mandato de senador como suplente do pai, Edison Lobão, que foi nomeado para o cargo ministro de Minas e Energia. A posse foi no gabinete do presidente da Casa, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), já que o Congresso está de férias e só retoma as atividades após o carnaval. Além de Garibaldi, o único parlamentar presente foi Epitácio Cafeteira (MA), líder do PTB, partido ao qual o novo senador deve se filiar depois que se desligar do DEM.  Segundo Cafeteira, quem convidou Lobão Filho a entrar no PTB foi o presidente do partido no Maranhão, Pedro Fernandes. Ao dar posse ao novo senador, o presidente do Senado anunciou que ele passará a utilizar o nome de Lobão Filho. O novo senador assume sob suspeita de envolvimento em irregularidades: é acusado de sonegação de impostos. A posse dele é possível, porque, pelas normas do Congresso, não são impeditivas acusações referentes a atos anteriores à posse no mandato de senador.

Mais conteúdo sobre:
Lobão Filho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.