Lobão defende pedido de urgência para votar o pré-sal

O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, defendeu hoje a manutenção do pedido de urgência para a votação dos projetos de lei no Congresso sobre as novas regras para a exploração do petróleo na camada pré-sal, decidida hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em entrevista ao programa "Bom Dia Ministro", Lobão afirmou que considera fundamental a urgência para a votação da matéria por causa da proximidade da campanha eleitoral de 2010.

AE, Agencia Estado

03 de setembro de 2009 | 13h25

Segundo Lobão, os líderes partidários já haviam concordado com a proposta. "Agora, com algumas críticas da imprensa, alguns líderes mudaram de opinião, por isso o presidente Lula convocou o conselho", disse.

Mais cedo, a líder do governo no Congresso, Ideli Salvatti (PT-SC), disse que Lula "está convencido da urgência e da relevância" dos projetos de lei relativos ao marco regulatório da exploração do petróleo do pré-sal, e que, por isso, manteve o pedido de urgência constitucional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.