Livro sobre ACM provoca troca de socos no Congresso

Facções favoráveis e contrárias ao ex-presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) trocaram, há pouco, socos e pontapés nos corredores do Congresso. O incidente começou num dos salões da Câmara, onde o jornalisa Maneca Muni z está vendendo exemplares de seu livro "As veias abertas do Carlismo", que denuncia corrupção no governo da Bahia. Deputados alinhados com ACM, comandados pelo sobrinho do senador, deputado Paulo Magalhães (PFL-BA), se indignaram, arrancaram os cartazes colocados no local, rasgaram exemplares do livro, discutiram com seu autor e com militantes de partidos que fazem oposição ao senador na Bahia e trocaram agressões físicas com eles. A briga foi apartada por outros parlamentares e pessoas que se encontr avam no local, e os parlamentares carlistas acabaram deixando o local. Neste momento, Maneca Muniz está dando entrevista a uma emissora de TV.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.