Lista de assinatura do PSD no RJ teria irregularidade

A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro já identificou irregularidades nas listas de assinaturas de apoiadores da criação do Partido Social Democrata (PSD) no Estado. Procedimento administrativo iniciado na semana passada para fiscalizar a legitimidade dos documentos encontrou problemas nos papéis apresentados em pelo menos cinco zonas eleitorais.

ALFREDO JUNQUEIRA, Agência Estado

16 de agosto de 2011 | 19h19

Em Vassouras, no sul fluminense, a promotoria eleitoral encaminhou à Polícia Federal (PF) as listas apresentadas no cartório, para apurar eventual prática de falsidade ideológica. Quatro zonas eleitorais da capital vão cobrar esclarecimentos dos responsáveis pela legenda. As apurações das promotorias ainda estão em andamento nas zonas eleitorais.

A recomendação da procuradora Mônica Campos de Ré, responsável pelo procedimento no Ministério Público Eleitoral (MPE), é que sejam verificadas práticas de falsificação de assinaturas, coação, duplicidade de nome, discrepância na assinatura cadastrada e casos em que o eleitor esteja com a inscrição suspensa ou cancelada.

Principal liderança do PSD no Rio, Índio da Costa, ex-deputado federal e candidato derrotado a vice-presidente na chapa liderada por José Serra no ano passado, afirmou que já era previsto ocorrer problemas em parte das assinaturas coletadas. "A gente recolheu mais de 1,5 milhão de assinaturas no Brasil. Foram cerca de 125 mil no Rio e eu entreguei apenas 62 mil no TRE-RJ. As outras nós jogamos fora porque vimos, de cara, que tinha muito problema", disse. "É gente que assina errado, não coloca o número do título, esquece de fornecer alguma informação", acrescentou. "Nós somos absolutamente rigorosos no cumprimento da lei. Não houve nenhuma irregularidade no processo de formação do PSD e não temos nenhuma preocupação com as decisões do TRE-RJ e nem do Tribunal Superior Eleitoral", afirmou o ex-deputado.

Tudo o que sabemos sobre:
PSDassinaturaKassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.