Lindberg quer evitar disputa com Benedita por Senado

Depois de desistir da candidatura ao governo do Estado e se entender com o governador Sérgio Cabral (PMDB), o prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, está trabalhando para ser o único nome do PT na disputa por uma vaga ao Senado. A chapa de Cabral reservou uma das duas vagas de candidato a senador para o PT, mas a ex-senadora Benedita da Silva, hoje secretária estadual de Assistência Social, também tem intenção de disputar. Lindberg quer evitar que os dois se enfrentem na convenção estadual.

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

03 de fevereiro de 2010 | 20h35

O prefeito prepara um manifesto em favor de sua candidatura e pretende recolher assinaturas de cerca de 260 dos 400 delegados que votam na convenção. Também espera o envolvimento de petistas próximos ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tentativa de fazer Benedita desistir do Senado e ser candidata a deputada, puxando votos para o partido.

Lindberg disse que pretende resolver o impasse até o encontro nacional do PT, que acontecerá entre 18 e 20 de fevereiro, em Brasília. Hoje, o prefeito esteve com o presidente Lula, durante inauguração de um gasoduto da Petrobras em Duque de Caxias, mas disse que não tratou de eleição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.