Liminar do STF para servidores é desnecessária, diz joão Paulo

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, considerou desnecessária a liminar concedida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Maurício Correa, para permitir a entrada de servidores na Câmara. Ele disse que a decisão do ministro corrobora com o que a Câmara vem fazendo. "Nós estamos garantindo a entrada dos servidores no espaço disponível. Quando a proposta (da Previdência) for ao plenário, o espaço será maior e permitiremos a entrada de mais pessoas", disse. Ele afirmou que o sistema de segurança adotado hoje não será alterado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.