Liminar barra afastamento de vice-prefeito de Manaus

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli concedeu nesta tarde liminar determinando a volta do vice-prefeito de Manaus, Carlos Souza (PP), e do vereador Fausto Souza (PRTB) aos seus respectivos cargos. Para o desembargador, eles não podem ser afastados por terem prerrogativa de função, e não precisam deixar os cargos enquanto durar o processo. Eles são investigados por suposto envolvimento com o narcotráfico.

LIEGE ALBUQUERQUE, Agência Estado

23 de julho de 2010 | 15h15

Hoje de manhã, a Prefeitura de Manaus havia afastado o vice-prefeito do cargo. Ontem, o órgão foi notificado da decisão do juiz da 2ª Vara Especializada de Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes, Mauro Anthony, sobre o afastamento do vice-prefeito e do irmão dele, vereador Fausto Souza (PRTB), dos cargos públicos que exercem. A Câmara Municipal de Manaus já havia afastado Fausto Souza na quarta-feira.

O juiz determinou, no dia 14, o afastamento dos irmãos Souza para que o processo que respondem na Justiça não atrapalhasse os cargos que exercem. Fausto, Carlos e o ex-deputado estadual Wallace Souza, cassado no ano passado, são acusados de fazer parte de uma suposta organização criminosa envolvida em assassinatos e tráfico de drogas em Manaus. Wallace está em tratamento médico em São Paulo, sob custódia da Polícia Federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.