Lima Duarte: Homens como Covas nos fazem falta

O ator Lima Duarte, filiado ao PSDB, recebeu a notícia da morte de Mário Covas em Campinas, onde deu o seguinte depoimento: "Sou amigo pessoal do Covas e me lembro de que, em 1989, ele me convidou para ser seu vice, na chapa para a Presidência. Não aceitei, e o atual governador do Pará, Almir Gabriel, ocupou o lugar. "Neste momento, eu penso que se o País não tivesse tido a leviandade de preteri-lo em favor do Collor, teríamos uma história diferente. "Homens como Covas, que fizeram da vida uma bandeira de honestidade e integridade, nos fazem falta. Se pensarmos no que deixamos de realizar ao não escolher Covas naquele momento, talvez consigamos estratificar tudo que é necessário para um país melhor."Pessoalmente era uma pessoa agradável, foi o melhor centroavante universitário do Brasil e na vida toda lutou como quem ocupa essa posição. Como amigo, acompanhei sua luta de dois anos contra a doença e sabia que ele conhecia a inexorarabilidade do mal que o afetava, exatamente no momento em que ele estava passando a vida a limpo. "Se Deus quiser, sua morte nos fará refletir sobre como havemos de aproveitar sua lição de vida."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.