Ligação da PF e PCC será investigada

O ministro da Justiça, José Gregori, determinou ontem à Polícia Federal que abra inquérito para apurar o envolvimento de agentes federais com o Primeiro Comando da Capital (PCC). Segundo reportagem do Jornal da Tarde, gravações telefônicas entre os principais líderes do grupo mostraram que havia pagamentos em dinheiro em troca de liberação de carregamentos de armas e drogas. A PF terá 30 dias para concluir o inquérito, que será aberto na superintendência de São Paulo, onde o PCC começou a agir, há pelo menos dois anos. Conforme fontes da Polícia Federal, a reportagem do JT foi a primeira referência à participação de agentes federais com o PCC. Segundo o Ministério da Justiça, caso sejam confirmadas as denúncias, os policiais envolvidos podem ser até demitidos do serviço público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.