Líderes retomam acordo para cargos na Mesa da Câmara

Depois de grande movimentação, os líderes partidários da Câmara retomaram o acordo para a distribuição dos cargos na Mesa Diretora, desconsiderando os blocos partidários que foram formados na manhã desta sexta-feira. Em reunião com o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), eles definiram os postos seguindo a ordem de escolha de acordo com o tamanho das bancadas. O resultado, no entanto, excluiu a possibilidade de o deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE) disputar uma vaga dentro na cota de seu partido.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

01 de fevereiro de 2013 | 18h27

Inocêncio chegou a ser chamado de "deputado guardanapo", porque ocupa cargos na Mesa por sete mandatos, alterando apenas os postos. Não está descartada a possibilidade de ele se inscrever para concorrer à presidência da Casa, único cargo que permite candidaturas de qualquer partido. O prazo para inscrição de candidaturas termina às 22h de domingo. Em um acordo com outros partidos, o PR escolheu a Terceira Secretaria, justamente a ocupada atualmente por Inocêncio. A regra não permite a reeleição no meio do mandato.

A presidência será disputada pelos deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o candidato oficial por ser indicado pelo maior partido, e pelos "avulsos" Júlio Delgado (PSB-MG), Chico Alencar (PSOL-RJ) e a deputada Rose de Freitas (PMDB-ES).

A chapa dos líderes é composta pelos candidatos: André Vargas (PT-PR) para 1º Vice-presidente, Fábio Faria (PSD-RN), como 2º Vice-presidente, Márcio Bittar (PSDB-AC), como 1º Secretário, Simão Sessim (PP-RJ), para 2ª Secretaria, Maurício Quintella Lessa (PR-AL), para 3ª Secretaria, Antonio Carlos Biffi (PT-MS), como 4º Secretário. Os suplentes indicados são: Gonzaga Patriota (PSB-PE), Takayama (PSC-PR), Wolney Queiroz (PDT-PE) e um a ser indicado pelo DEM.

Tudo o que sabemos sobre:
Câmaracargoslíderesacordos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.