Líderes negociam aproximação entre Sérvia e Kosovo

Líderes da Sérvia e do Kosovo planejam para a próxima terça-feira um encontro para amarrar os detalhes de um acordo que poderia aproximar os países vizinhos. Os principais pontos de disputa agora giram em torno da autonomia e poder político que caberão às comunidades sérvias em Kosovo, uma província separatista de maioria muçulmana que anunciou independência em 2008, e até onde Belgrado quer chegar para normalizar as relações com o povo que pertencia a seu território anteriormente.

Agência Estado

31 de março de 2013 | 17h49

O primeiro-ministro sérvio, Ivica Dacic e o primeiro-ministro de Kosovo, Hashim Thaci, avançaram num acordo depois de oito meses de negociações mediadas pela presidente de política externa da União Europeia, Catherine Ashton. Um acordo poderia ajudar os dois países a caminhar para uma inclusão no bloco europeu.

Na rodada mais recente das negociações, realizada no dia 20 de março, Ashton disse que os dois lados chegaram "muito perto de uma solução para os assuntos mais difíceis". Ela disse que os dois chanceleres retornarão a Bruxelas no dia 2 de abril para "encontros conclusivos".

Contudo, um acordo precoce parece ainda longe de ser alcançado. Dacic disse recentemente que a Sérvia - que prometeu nunca reconhecer formalmente a independência de Kosovo - não concordaria com o que é considerado um compromisso humilhante com o território que muitos sérvios consideram o berço de sua civilização.

Um assessor de Thaci disse nesta sexta-feira que a vulnerabilidade política de Dacic à sua terra tornou as conversas ainda mais difíceis. Os poderosos parceiros de Dacic - ex-ultranacionalistas - dão sinais de que nenhum acordo será firmado.

Alguns diplomatas alertam que uma interrupção nas conversas poderia piorar as situações no norte de Kosovo, onde o governo liderado por albaneses de Kosovo quer ampliar sua autoridade. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.