Líderes do PSDB manifestam apoio a FHC

A Comissão Executiva Nacional e os líderes do PSDB no Senado e na Câmara, senador Sérgio Machado (CE) e deputado Jutahy Júnior (BA), divulgaram uma nota oficial em que se solidarizam com a decisão do presidente Fernando Henrique Cardoso de demitir os ministros da Previdência, Waldeck Ornélas, e de Minas e Energia, Rodolpho Tourinho, aliados do ex-presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), e sugerem que as declarações do senador, que a nota taxa como sendo "de baixa credibilidade", devam ser deixadas para trás. A nota ressalta a importância da lealdade política e manifesta certeza de que a coligação partidária que sustenta, há seis anos, o governo seguirá, a partir de agora, mais forte do que nunca. "É triste e lamentável que um político afetado pelos últimos revezes ataque, de forma tão leviana, a figura honrada e equilibrada do presidente Fernando Henrique", diz a nota, acrescentando que, agora que o presidente está livre de "aliados erráticos", terá uma "imensa tarefa a desempenhar, em companhia daqueles que unem a capacidade de administrar ao respeito, à vontade da Nação que, por duas vezes, reafirmou seu apoio ao projeto de desenvolvimento com estabilidade do governo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.