Líderes do DEM divulgam nota de pesar por morte

Em nota, líderes do DEM no Congresso lamentaram a morte do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos. "É um baque grande que nos deixa atordoados. Difícil de expressar qualquer sentimento que não o de grande consternação e de luto. Uma tragédia que interrompe uma carreira brilhante. O País perde um político jovem que tinha muito o que contribuir para o nosso Estado e para o nosso País", declarou o líder do DEM na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE). O deputado cancelou sua agenda dos próximos dias em luto pela perda do conterrâneo.

DAIENE CARDOSO, Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2014 | 15h26

"Um homem de imenso valor, político engajado, um pai querido para seus filhos e marido de valor. Fomos colegas na Câmara dos Deputados quando nossos debates sempre eram povoados pelo entusiasmo e respeito mútuo. Meus pêsames aos familiares, aos pernambucanos e aos brasileiros que perdem um grande homem", escreveu o líder do DEM no Congresso, deputado Ronaldo Caiado (GO).

"Em uma hora como esta é até difícil falar. O Brasil vive um momento de estupefação pela perda do homem público que foi Eduardo Campos, uma grande liderança política do Nordeste. Lamentamos profundamente a perda irreparável para família e para os brasileiros. Nossa solidariedade aos familiares e amigos de todos aqueles que o acompanhavam no voo", disse o senador José Agripino (RN), presidente da sigla.

Mais conteúdo sobre:
Eduardo CamposDEMCongresso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.