Líder sem-terra se apresenta à polícia em Alagoas

O principal líder do Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL) em Alagoas, Valdemir Augustinho de Souza, de 29 anos, se apresentou nesta sexta-feira ao juiz da comarca de Novo Lino, Alfredo dos Santos Mesquita, depois de dois anos foragido da Justiça. Ele é acusado de ter comandado saques, depredação do patrimônio público e interdições de rodovias em manifestações de trabalhadores rurais sem-terra. Valdemir Augustinho estava acompanhado pelo advogado Tutmés Airan e por companheiros do MTL. De Novo Lino, a 80 quilômetros de Maceió, na divisa com Pernambuco, ele foi levado para uma delegacia na periferia de Maceió. Segundo seu advogado, a apresentação faz parte de um acordo com o Poder Judiciário. A defesa vai entrar com o pedido de relaxamento da prisão, determinada pelo juiz Alberto Ramos, para que o líder do MTL responda às acusações em liberdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.