Líder reitera que corte de 50% em emendas é elevado

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), reafirmou hoje que considera muito elevado o porcentual de 50% para corte de emendas de bancadas. Alves reconhece que terão de ocorrer cortes nessas emendas, mas afirmou que um índice de 30% seria mais adequado. Ele destacou que as emendas de bancadas são importantes para grandes obras estruturais nos Estados. Alves concorda com a eliminação das emendas de comissões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.