Líder dos tucanos na Câmara pede a demissão de Palocci

O líder do PSDB na Câmara, deputado Jutahy Júnior (BA), pediu, em discurso da tribuna, a demissão do ministro da Fazenda, Antonio Palocci. "Eu e o líder (do PSDB) no Senado, Arthur Virgílio (AM), não arredaremos pé enquanto o governo não admitir que não pode manter, na Fazenda, um homem indigno", afirmou o líder, para quem "está claro que Palocci mentiu e que perdeu o respeito da Nação".Ao pedir a demissão do ministro, Jutahy disse que o País pode ficar tranqüilo com a substituição, porque a economia não corre nenhum risco com a saída dele pois, segundo ele, "essa política arroz com feijão que Palocci está fazendo, qualquer um faz".Jutahy disse ainda, em seu discurso, que sua iniciativa de subir à tribuna foi "um gesto de solidariedade para com as instituições brasileiras". Segundo ele, há um clima de insegurança grande no País. Para ilustrar essa afirmação, ele citou a reportagem publicada hoje pelo "O Estado de S. Paulo" em que a mãe do caseiro Francenildo dos Santos Costa manifesta seu temor pela vida de seu filho.O líder protestou, também, contra a quebra do sigilo na conta mantida por Francenildo na Caixa Econômica Federal. "Rompeu-se o direito elementar do cidadão brasileiro, e isto é inadmissível", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.