Líder do PT explica auditoria no Orçamento

O líder do PT na Câmara, deputado Walter Pinheiro (BA), deu explicações sobre o pedido de uma auditoria no processo de tramitação da proposta orçamentária para 2002 que ele e o líder do PDT, deputado Miro Teixeira (RJ), apresentaram hoje ao presidente do Senado, senador Ramez Tebet (PMDB-MS). Pinheiro disse que o objetivo da auditoria é o de esclarecer os critérios de redistribuição dos recursos do Orçamento de 2002. Eles fizeram o pedido a Tebet depois de terem recebido reclamações de parlamentares sobre a destinação de recursos do Orçamento para obras. Essa auditoria, segundo Pinheiro, deveria ser feita pelos parlamentares integrantes do Comitê de Emendas da Comissão Mista de Orçamento. Para analisar o pedido de Pinheiro e Teixeira, Tebet está reunido neste momento com o presidente da Comissão Mista, senador Carlos Bezerra (PMDB-MT), e o relator da proposta orçamentária, deputado Sampaio Dória (PSDB-SP). Walter Pinheiro explicou também que ele e Miro Teixeira não pedirão instalação de CPI sobre as suspeitas de irregularidades. "Quem tiver denúncias que as apresente pelos canais competentes", disse o líder do PT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.