Líder do PT diz que Rodrigo e Cesar Maia chantageiam o País

O líder do governo na Câmara, Professor Luizinho (PT-SP), acusou o deputado Rodrigo Maia (PFL-RJ) e o pai dele, o prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, de fazerem chantagem com o País ao não permitirem a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, até que se encontre uma solução para a liberação de recursos à prefeitura do Rio. Ontem, Rodrigo Maia pediu verificação de quórum na votação da LDO, para impedir a votação da matéria. Com essa manobra, que impede que o Congresso entre em recesso, Rodrigo Maia quer que o governo autorize a liberação para a Prefeitura do Rio de 70% do valor dos recursos depositados em juízo. O Banco do Brasil só quer liberar 40%. "O que nos deixa estarrecidos e apreensivos é que essa atitude inusitada provoque outras atitudes idênticas", disse. Já o vice-líder do PFL, deputado Pauderney Avelino (PFL-AM) disse que a atitude de Rodrigo Maia foi uma ação isolada. "Ele (Rodrigo Maia) agiu com base no regimento. Foi uma ação política, em resposta a uma retaliação política", disse o líder pefelista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.