Líder do PT diz que fechou acordo para votar pauta na Câmara

O líder do governo na Câmara, deputado Professor Luizinho (PT-SP), disse, após reunião com líderes da oposição, que foi fechado um acordo para cumprimento do calendário de votações da Casa até até o fim do ano. Segundo Luizinho, o governo concordou com duas exigências feitas pela oposição: que a pauta fosse definida previamente e que qualquer alteração somente será feita com o consentimento dos líderes oposicionistas. A pauta definida previamente contém as 16 medidas provisórias que já estão trancando a pauta e outras à espera de votação e os projetos da Lei de Falências e de criação do Conselho Federal de Jornalismo. É propósito dos líderes da oposição rejeitar esta última proposta. O líder do PFL, deputado José Carlos Aleluia (BA), disse que o acordo ainda está sendo construído porque o PSDB ainda não consultou sua bancada. Luizinho, por seu turno, disse esperar que, até amanhã, sejam votadas sete medidas provisórias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.