Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Líder do PSL diz que partido entregará 54 votos à reeleição de Maia

Líder do partido na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (GO) garantiu que os 52 deputados eleitos em outubro e outros dois que vão se filiar devem apoiar Rodrigo Maia

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2019 | 13h19

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), afirmou que deu garantias ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de que 54 deputados do partido irão votar no parlamentar fluminense para ser reeleito no cargo, em fevereiro. O número se refere aos 52 deputados eleitos em outubro e a mais dois que a sigla deve filiar no mês que vem: Bia Kicis (PRP-DF) e Pastor Gildenemyr (PMN-MA). 

"Conseguimos o céu para o PSL, como esses caras não vão votar no Rodrigo?", declarou o líder do partido em uma conversa com jornalistas no Palácio do Planalto, fazendo referência a uma das vice-presidências da Câmara e a duas comissões negociadas pela legenda para o apoio a Maia.

Na Câmara, a eleição para a Mesa Diretora será com voto secreto, o que não dá ao partido a possibilidade de apurar se todos os parlamentares votaram conforme a orientação. Uma das dúvidas é se Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, vai votar em Rodrigo Maia. "Ele precisa votar, se não quem perde é o pai dele", declarou o líder.

Além disso, o Delegado Waldir reforçou o compromisso da bancada com a aprovação da reforma da Previdência na Casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.