Líder do PSDB na Câmara critica aumento da Selic

O líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), disse na noite de hoje, em nota divulgada à imprensa, que o aumento de 0,5 ponto porcentual da taxa de juros Selic "faz parte do pacote de maldades do governo e é uma forma de passar para o cidadão contribuinte o prejuízo da gastança dos últimos anos".

EQUIPE AE, Agência Estado

02 de março de 2011 | 20h46

Hoje, o Comitê de Política Monetário (Copom) do Banco Central (BC) decidiu, por unanimidade, elevar a taxa de juro para 11,75% ao ano, sem viés. O líder destacou que o aumento da taxa de juros contribui para o crescimento da dívida pública, o que, na sua opinião, anula parte do corte orçamentário de R$ 50 bilhões anunciado pelo governo e "pode significar aumento de impostos para o cidadão".

Duarte Nogueira avalia que o "aumento na taxa básica abre as portas para a especulação, prejudicial ao setor produtivo nacional, que já atravessa um grave processo de desindustrialização".

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBlíderCâmaraSelic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.