Líder do PSDB diz que não dará trégua ao governo

O ministro de Relações Institucionais (coordenação política), Tarso Genro, deixou o gabinete do líder do PSDB, senador Arthur Virgílio (AM) e relatou ter feito a visita para "estabelecer um canal, um laço político de diálogo entre governo e oposição. O tucano elogiou a iniciativa, mas disse que não haverá trégua e que a oposição vai continuar denunciando "tudo o que vê de errado no governo".Genro comentou que a oposição continuará apontando erros do governo e disse que isso é importante, porque dá ao governo condições de corrigir os erros no primeiro mandato para não repeti-los no caso de um segundo mandato.Virgílio comentou, também, que um pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva já é possível, do ponto de vista jurídico, e que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), se concluir que o processo é viável, fará o pedido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.