Líder do PP cobra calendário para análise de vetos

O líder do PP na Câmara dos Deputados, Arthur Lira (AL), reclamou nesta quinta-feira que é necessário que o Congresso "cumpra seu papel" e reassuma a sua função de "encerrar o processo legislativo". Para tanto, disse Lira, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), precisa estabelecer um calendário e pautar os vetos presidenciais represados no Congresso. "Queremos que os vetos sejam pautados e que o Congresso encerre o processo legislativo, e não o Poder Executivo", afirmou, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

RICARDO DELLA COLETTA, Agência Estado

06 Junho 2013 | 20h37

Nesta quarta-feira, a Presidência da República promulgou a MP dos Portos e vetou 13 itens. Sobre a MP dos Portos, Lira disse que houve descumprimento de acordos acertados entre parlamentares e o governo nos vetos presidenciais. Perguntado sobre declarações do governo, segundo o qual não houve rompimento de acordos no processo, Lira afirmou: "O governo está dizendo uma coisa e a base outra".

Ele relatou ainda que existe "um sentimento" de descontentamento na Casa não só com o acúmulo dos vetos como também com uma conjuntura que envolve a falta de diálogo do governo com os parlamentares. "Se os vetos não forem pautados, haverá uma interrupção no processo legislativo", disse, emendando que, na sua avaliação, isso pode trazer dificuldades na tramitação de matérias futuras no Congresso.

Mais conteúdo sobre:
Câmara PP vetos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.