Líder do PMDB agradece Dilma por indicação de Ribeiro

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), divulgou nota pública de agradecimento à presidente Dilma Rousseff pela indicação do deputado Mendes Ribeiro (PMDB-RS) para o cargo de líder do governo no Congresso e pela prorrogação do prazo para o pagamento das emendas parlamentares ao Orçamento de 2009, conhecido como "restos a pagar".

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

01 de julho de 2011 | 16h51

Nos últimos dias, foi crescente a tensão e o embate entre o governo e a sua base de sustentação na Câmara por causa do decreto que cancelaria a partir de hoje a liberação dos restos a pagar. O líder do PMDB engrossou o movimento da base de ameaçar parar os trabalhos da Casa, caso o decreto não fosse prorrogado.

Na nota, o líder diz que merece o reconhecimento da bancada do partido à decisão do governo de prorrogar o prazo por 90 dias e considerou o episódio "uma parceria correta, de sensibilidade administrativa e social, entre o executivo e o legislativo". Ele considera ainda que a indicação de Mendes Ribeiro reforça a aliança partidária "que veio para vencer" e para "avançar!".

O líder estende, na nota, o agradecimento à ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. "O diálogo, a verdade e o respeito venceram! A democracia é assim. Para o bem do Brasil", conclui o líder peemedebista.

Tudo o que sabemos sobre:
lídergovernoCongressoDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.