Líder do MST promete fazer assentamento por conta própria

Em desafio ao Incra, o líder do MST Jaime Amorim prometeu fazer por conta própria, no dia 21, o assentamento de 120 famílias acampadas há seis anos no Engenho Bonito, município de Condado, na Zona da Mata, caso o órgão não cumpra promessas de desapropriação até esta data.Por sua vez, o presidente nacional do Incra, Marcelo Resende, anunciou estratégias do governo para obtenção de terras para reforma agrária - levantamento de proprietários devedores de INSS e bancos públicos para negociar pagamento das dívidas com terras, retomada de áreas de fronteira, que são públicas, e verificação da documentação dos imóveis com mais de 10 mil hectares.Até o final do ano ele espera já ter conseguido obter terras com estas iniciativas. Resende participou, no Recife, de audiência pública da Comissão Especial de Combate à Violência no Campo, ligada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.