Líder do MST é assassinado em Pernambuco

O presidente da Associação dos Assentados de Mascatinho, no município de Tamandaré, Zona da Mata, José Cândido da Silva, 59 anos, foi morto a tiros ontem pela manhã em uma emboscada quando deixava o assentamento para ir ao Incra e Banco do Nordeste, no Recife. A direção do MST suspeita que a morte do agricultor esteja ligada às constantes denúncias que ele fazia à respeito de desmatamento na área de reserva ecológica do assentamento. O líder vinha sofrendo ameaças de morte e os assentados do município vivem o clima de insegurança não só por extração de madeira mas também por roubos e assaltos. O corpo do agricultor foi enterrado hoje no cemitério de Tamandaré. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o crime. A Prefeitura da cidade confirma as denúncias de desmatamento e de ameaças de morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.