André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Líder do governo diz que crise fortaleceu base

Para André Moura (PSC-SE), classe se uniu em torno do presidente

Isadora Peron / Brasília, O Estado de S. Paulo

22 de maio de 2017 | 05h38

O líder do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), disse após encontro com o presidente Michel Temer que a crise política instaurada com a delação premiada de empresários da JBS serviu para fortalecer a base aliada.

“Depois de tudo isso que aconteceu, em termo de união da base, o presidente saiu fortalecido. A classe política se uniu em torno do presidente”, disse.

Ele questionou as circunstâncias em que o empresário Joesley Batista gravou a conversa com Temer, e classificou a atitude como muito “grave”. “Se fizeram isso com o presidente, imagina o que não podem fazer com cada um de nós?”, afirmou.

Temer reuniu ministros e parlamentares da base para uma conversa no Palácio da Alvorada neste domingo, 21. Ele voltou a afirmar que não vai renunciar e fez críticas ao seu delator. Em um apelo, pediu para que Congresso não fique paralisado pela crise e mantenha as votações previstas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.