Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Líder do governo, Bezerra indica aliado para chefia da Sudene

Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) emplacou o ex-senador Douglas Maurício Ramos Cintra na superintendência do órgão responsável por ações no Nordeste

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2019 | 22h48

Líder do governo no Senado, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) emplacou o empresário e ex-senador Douglas Maurício Ramos Cintra como novo superintendente da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), um dos órgãos federais fora de Brasília mais cobiçados no meio político. A nomeação de Cintra, assinada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, dia 11.

Douglas Cintra já havia participado, na segunda-feira, dia 9, de uma cerimônia pública em Petrolina (PE). A cidade é reduto do líder do governo e de seu clã político no sertão. Participaram do ato, além do senador e de seu apadrinhado na Sudene, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, ao qual o órgão é vinculado, o deputado federal Fernando Coelho Filho (DEM-PE), o prefeito da cidade, Miguel Coelho (MDB), e deputado estadual Antonio Coelho (DEM) – todos filhos do senador.

Eleito em 2010 como primeiro suplente do ex-senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE), Douglas Cintra assumiu a titularidade do mandato entre 2014 e 2016, quando Monteiro foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, durante o governo Dilma Rousseff (PT). Para disputar a eleição, ele declarou à época R$ 4,1 milhões em bens, como empresas de distribuição de alimentos e do ramo imobiliário.

Natural de Caruaru, Cintra também é ligado ao deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE) e era cotado para disputar a prefeitura de cidade pelo PTB nas eleições municipais do ano que vem.

A Sudene é um dos principais órgãos de planejamento e desenvolvimento de ações federais em âmbito regional e costuma receber aporte de emendas parlamentares. A autarquia define prioridades de alocação de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), bem como de incentivos fiscais.

Cintra já participará nesta quinta-feira, dia 12, de sua primeira reunião no conselho deliberativo da Sudene e da cerimônia de comemoração de 60 anos do órgão. A reunião será aberta pelo ministro Canuto e deve contar com participação do senador Fernando Bezerra.

O antecessor de Cintra, o engenheiro Mario Gordilho, havia sido nomeado no governo Michel Temer, por influência do deputado Arthur Oliveira Maia (DEM-BA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.