Líder do governo admite faltar quórum para votar na Câmara

O líder do governo na Câmara, deputado professor Luizinho (PT-SP), admitiu que dificilmente haverá votação na Câmara nesta semana de esforço concentrado. O líder justificou que na reta final da campanha eleitoral há uma tensão entre os partidos e seus candidatos e a temperatura política interfere no Legislativo. "É provável que não tenhamos quórum nesta semana", afirmou. Mesmo assim, o líder disse que está fazendo um esforço para garantir presença dos deputados em Brasília para que haja votações. Amanhã, às 11 horas, o deputado pretende reunir os líderes da base aliada para avaliar a possibilidade de votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.