Líder diz que governistas darão quórum nas votações

O líder do governo na Câmara, Arnaldo Madeira (PSDB),disse nesta tarde que deverá ser votado amanhã o projeto de lei que muda a legislação trabalhista. Ele previu ainda a votação do Orçamento da União até o dia 19 deste mês,apesar de declarações de oposicionistas de que não seria possível o cumprimento deste cronograma. "Se a oposição mantiver a postura de obstrução, nós, da base, temosobrigação de dar quórum", afirmou Madeira. Segundo ele, se houver dificuldade em se votar o Orçamento até o dia 19, poderá ser feita a votação na quarta e quinta-feiras entre o Natal e o Ano Novo como ocorreu no ano passado. O líder disse também que acredita na possibilidade de ser aprovado ainda este ano, na Câmara, o projeto que modifica a legislação do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. Ele informou que, provavelmente, os governistas apresentaram sob a forma de substitutivo à propostaelaborada pela Receita Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.