Líder da minoria classifica discurso de Lula como "vazio"

O líder da minoria na Câmara dos Deputados, José Carlos Aleluia (PFL-BA), foi um dos poucos parlamentares oposicionistas a participar da cerimônia de posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Aleluia fez duras críticas ao presidente e afirmou que a oposição não apareceu na cerimônia prevendo um pronunciando "medíocre". "O que o Lula falou deixou claro que o governo antigo acabou e que o novo não foi capaz de começar. Foi um discurso vazio. Ele acerta no diagnóstico, mas é incapaz de apresentar proposta", disse. De acordo com Aleluia, o presidente mentiu quando criticou a oposição em relação ao principal programa social, o Bolsa-Família. "A oposição nunca foi contra o Bolsa-Família, mas sim contra um governo populista. Ele mostrou que o próximo mandato seguirá a mesma linha", afirmou. A oposição ignorou a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Apenas três parlamentares da oposição acompanharam o presidente na chegada ao Congresso Nacional para a cerimônia de posse: os senadores Romeu Tuma (PFL-SP) e Edson Lobão (PFL-MA) e o deputado Federal Romeu Tuma Junior (PFL-SP), além de Aleluia no plenário.O líder da minoria negou ter havido acordo entre os oposicionistas para uma ausência em massa na cerimônia de posse. Nenhum deputado ou senador do PSDB acompanhou o ato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.