Líder afegão desmente secretário de defesa dos EUA

O líder afegão Hamid Karzai declarou à emissora BBC que nunca deixou o Afeganistão em um helicóptero norte-americano, apesar de o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald H. Rumsfeld, ter afirmado que ele foi "extraído" do país no fim de semana passado.Karzai, que está tentando persuadir membros da sua tribo pashtu a apoiar uma alternativa ao regime do Taleban, disse que caminhou durante três dias depois de uma batalha com o que ele chamou de "forças árabes" e estava agora a salvo na província de Uruzgan, informou, nesta quinta-feira, o serviço mundial da emissora BBC."Estou melhor agora e passando extremamente bem", disse ele numa entrevista. "Estou determinado a continuar tentando. Acreditamos em Deus, e estou certo de que Deus vai ajudar o povo afegão a retomar o país", afirmou.Abdul Haq, outra figura de peso da oposição, foi detido e executado pelo Taleban no mês passado, enquanto estava numa missão parecida. Na terça-feira, Rumsfeld declarou que, no domingo, os EUA haviam levado para o Paquistão Karzai e alguns de seus melhores combatentes, "para consultas".O secretário de Defesa disse aos repórteres que Karzai havia pedido ajuda dos EUA para sair do país e que o Pentágono esperava levá-lo de volta para o Afeganistão, tão logo as consultas com o Paquistão tivessem terminado.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.