Licença médica de Genoino é renovada por 4 meses

A Câmara renovou nesta quarta-feira, 18, por mais 120 dias a licença médica do ex-presidente do PT, o deputado José Genoino (SP). O parlamentar está licenciado do cargo desde que sofreu uma isquemia cerebral, em agosto de 2013.

RICARDO CHAPOLA, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 16h17

Uma junta médica composta por três cardiologistas da Câmara decidiu prolongar o benefício para poder decidir, depois desses 120 dias, se vai conceder a aposentadoria por invalidez, solicitada pelo deputado.

Genoino é um dos 25 condenados por envolvimento no mensalão e está entre os 12 réus que podem ter direito a novo julgamento, caso o Supremo Tribunal Federal aceite os embargos infringentes. A sessão segue em andamento, com a manifestação do ministro Celso de Mello.

Segundo a Câmara, os médicos não querem deliberar sobre a aposentadoria sem antes avaliar qual será o estado de saúde do deputado decorrido aquele prazo. A medida, de acordo com a Câmara, é para que o benefício não seja concedido sem necessidade.

Mais conteúdo sobre:
GenoinoLicençaCâmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.