Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Libertados 40 escravos de fazenda de prefeito

O prefeito de Paragominas (PA), Sidney Rosa (PSDB) negou hoje que tenha contratado trabalhadores em regime de escravidão para a sua fazenda no município de Carutapera, no Maranhão, na fronteira com o Pará. Na segunda-feira fiscais do Ministério do Trabalho e da Previdência Social libertaram 40 trabalhadores que estavam na fazenda dele em condições desumanas, sem carteira assinada e endividados, o que caracteriza trabalho escravo.O prefeito disse hoje desconhecer o homem que contratou os trabalhadores, conhecido como Salu. Ele seria o proprietário do hotel Pioneiro, em Açailândia, onde os trabalhadores eram alojados e contraíam as primeiras dívidas, antes mesmo de chegar ao Pará. Depois que os fiscais estiveram no local, o prefeito garantiu ter pago os trabalhadores e Salu e mandado todos embora.

Agencia Estado,

02 de julho de 2003 | 17h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.