Liberados mais R$ 41,5 mi às áreas atingidas por enchentes

O governo anunciou hoje a liberação de mais R$ 41,5 milhões para reconstrução de casas de famílias atingidas pelas enchentes do último verão em 13 Estados de todas as regiões do País. Em entrevista coletiva encerrada, os ministros Ciro Gomes (Integração Nacional) e Olívio Dutra (Cidades) informaram que serão reconstruídas 6.394 casas com este segundo lote de verbas. No primeiro lote foram repassados para prefeituras e Estados R$ 33,7 milhões para construção e reconstrução de 5.000 moradias. As residências terão tamanho médio de 38 metros quadrados. Ciro Gomes informou que as chuvas deixaram 211.214 pessoas desabrigadas em 1.224 municípios. A uma indagação por que o governo não tinha elaborado um plano de prevenção contra enchentes, no ano passado, Ciro respondeu que as cheias de janeiro deste ano, especialmente no semi-árido nordestino, foram as maiores desde 1910. "Não tem precedentes", disse o ministro, ressaltando que o governo já dispõe de recursos para reconstrução de todas as 17.510 casas destruídas. O Piauí é o Estado que mais receberá recursos, nesta segunda fase: R$ 9,601 milhões, seguido da Paraíba, com R$ 8,680 milhões; do Ceará, com R$ 6,476 milhões; Rio Grande do Norte, com R$ 5,341 milhões, e do Maranhão, com R$ 2,104 milhões. São Paulo receberá R$ 995 mil para reconstruir 123 casas nos municípios de Araçatuba, Fartura, Guapiara, Ouro Verde, Rincão e Taquarituba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.