Liberada para divulgação fita com denúncia contra o PT do RS

O desembargador Paulo Antônio Kreztmann, do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio Grande do Sul, concedeu uma liminar revogando a proibição aos jornais "Zero Hora" e "Diário Gaúcho", da Rede Brasil Sul (RBS), de divulgar o conteúdo de uma gravação com o ex-tesoureiro estadual do PT Jairo Carneiro dos Santos. Para o desembargador, a cobertura jornalística do episódio "se compreende no direito à informação".Expulso em 2000 do partido, Santos denunciou em maio a jornalistas do "Diário Gaúcho" que a sede da legenda teria sido comprada com doações de bicheiros para o Clube de Seguros da Cidadania, entidade dirigida por petistas.Convocado pela CPI da Segurança Pública da Assembléia Legislativa para depor sobre o caso, o ex-tesoureiro surpreendeu, dizendo que havia inventado a história para se vingar da sigla. Durante meses, a fita foi mantida, oficialmente, em sigilo pela CPI, embora o teor tivesse sido divulgado. Um dos citados nas denúncias de Santos era o presidente do Clube de Seguros da Cidadania, Diógenes de Oliveira, que pediu e obteve na Justiça, há dez dias a proibição de que a transcrição do registro aparecesse nos jornais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.